PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
12/03/2018 08h37 - Atualizado em 12/03/2018 14h41

Envolvido na Máfia do Câncer, cardiologista é encontrado morto

Dourados News


Foto: André Bittar

O médico cardiologista e ex-diretor do HU (Hospital Universitário) da Capital, José Carlos Dorsa Vieira Pontes, foi encontrado morto, neste domingo, dia 11 de março, em Campo Grande. Ainda não há informações sobre as circunstâncias da morte, mas a suspeita é de assassinato.

O corpo, que estava uma sauna na região central da cidade, teria sinais de violência, segundo apurou a reportagem do site Campo Grande News. Dorsa era formado pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), onde se graduou em 1989, dava aulas na universidade e, quando ocupou cargo de direção no HU, envolve-se em um escândalo. 

A informação da morte dele foi confirmada pelo delegado plantonista da Policia Civíl, Gomides Ferreira Dos Santos Neto, neste domingo (11), sem detalhamento. Na casa do médico, quem atendeu o interfone não quis conversar com a reportagem. 

Dorsa era um dos envolvidos na “Máfia do Cancêr”, esquema investigado pela Polícia Federal e que envolvia crimes de improbidade administrativa no setor médico, dentre outras irregularidades. 





PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


PUBLICIDADE