PUBLICIDADE
Caarapó

Acidente na BR 163 matou mulher e deixou bebê de 5 meses ferido

Na madrugada de hoje, um motociclista morreu e outro ficou ferido na BR-163

| CAMPO GRANDE NEWS


Em menos de seis horas, dois acidentes ocorreram no mesmo trecho da BR-163, entre São Gabriel do Oeste e Rio Verde do Mato Grosso, sendo que o segundo causou a morte de uma mulher e ferimentos no marido e no filho de sete meses.
 

É o terceiro acidente grave nas últimas 24 horas na BR-163, entre Campo Grande e Coxim, o trecho mais violento do Estado. Ontem à tarde, um ônibus da Viação Motta, com 44 passageiros, caiu numa ribanceira de cinco metros a 100 metros do Rio Taquari, em Coxim. Doze pessoas ficaram feridas.
 

Na madrugada de hoje, um motociclista morreu e outro ficou ferido na BR-163, no Bairro Cristo Redentor, em Campo Grande. Entre as saídas de Cuiabá e São Paulo, Kleyson Ferreira de Souza, 26, morreu e o passageiro, José Carlos Jesuíno Dias de Souza, 25, ficou ferido.
 

Tragédia
 

O primeiro acidente, o tombamento de uma carreta bi-trem carregada com milho, causou o segundo na manhã de hoje na BR-163, entre Rio Verde do Mato Grosso e São Gabriel do Oeste.
 

Por volta das 2h da madrugada, uma carreta, conduzida por João Carlos de Melo, 39, tombou e derramou a carga de milho numa curva da rodovia. Ele dormiu ao volante. Apesar da cabine ter ficado totalmente destruída e do pára-brisa ter sido arremessado a dois metros, o condutor e o filho, João Vitor da Cruz de Melo, 6, saíram ileso.
 

A carreta está tombada e interdita parcialmente a pista no sentido Coxim – Campo Grande. Por volta das 8h da manha de hoje, a carreta, placas AOF-0330, de Cláudia (MT), dirigida por José Aparecido da Silva, 44, trafegava no sentido Cuiabá-Bandeirantes, quando viu o caminhão e desviou.
 

A caminhonete D-20, placas HRC-2767, de Três de Maio (RS), dirigida por Renato de Camargo, 30, vinha atrás e não conseguiu desviar do veículo, colindo em alta velocidade na carreta.
 

A passageira da caminhonete, esposa do motorista, Jaqueline Bueno de Camargo, 25, ficou presa nas ferragens e morreu no local do acidente. Já o filho do casal, o bebê Otávio Bueno de Camargo, de sete meses, e o condutor tiveram ferimentos leves.
 

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a criança só se salvou porque estava presa adequadamente na cadeirinha de segurança, entre os pais. A pista ficou com o tráfego de veículos lento.
 

A carreta tombada continua na BR-163 e os motoristas devem trafegar com atenção no trecho entre Rio Verde e São Gabriel do Oeste.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE