PUBLICIDADE
Caarapó

Homem atira na ex-mulher, erra e mata criança de 4 anos de idade em Ponta Porã

| MIDIAMAX


Keila Vilhalba Bonfim completaria 5 anos no dia 30 de dezembro. Morreu na noite de domingo (20), vítima de um tiro disparado por Carlos dos Santos, que mirava a ex-mulher, Cristina Vilhalba. A tragédia aconteceu no Jardim Primor, em Ponta Porã. Carlos estava bêbado no momento do crime e foi preso em flagrante.
 

Carlos e Ednéia estão separados e têm um filho, de seis anos de idade. No revezamento combinado entre o casal, aquele era seu fim de semana de passar com o garoto. Ao levar a criança de volta para a mãe, aconteceu a discussão. Eram 20h30 do domingo.
 

Ednéia mora com Cristina Villalba, mãe da pequena Keila. Carlos chegou para devolver o garoto à Ednéia, mas estaria acompanhado de outra mulher, o que motivou a discussão. Em dado momento, Carlos sacou da arma, um revólver calibre 22, e efetuou um único disparo.
 

Exatamente neste momento a pequena Keila – que até então estava sentada na calçada em frente da casa com a mãe – corria em direção à casa, talvez para se proteger, pois a discussão entre o casal estava cada vez mais nervosa. O tiro acertou a menina no peito, que morreu antes de chegar o socorro.
 

Na casa onde a menina foi velada o clima era de tristeza e revolta. “Perdi minha filha que não tinha nada a ver com a briga”, lamentava. Além de Keila, ela tem outro filho, de 3 anos de idade.

 

O corpo da pequena foi sepultado no fim da tarde de ontem.
 

Segundo apurou o Jornal Regional, de Ponta Porã, Carlos é acusado de ter estuprado uma enteada, filha da ex-mulher Ednéia, motivo da separação do casal.

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE