PUBLICIDADE
Geral

Schumacher está perto da Mercedes, diz Montezemolo

| TERRA


Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, anunciou que são grandes as chances de Michael Schumacher disputar a próxima temporada da Fórmula 1 pela Mercedes. O dirigente afirmou ter conversado com seu ex-piloto, e disse que as possibilidades de vê-lo retornar à categoria no ano que vem são "muito fortes".


"Não conversava com ele desde o GP de Abu Dhabi, mas falei com ele na quarta-feira", disse Montezemolo, segundo divulgou a revista AutoSport. "Ele me ligou e disse que há possibilidades muito, muito fortes (de correr pela Mercedes). Dito isso, ainda não está 100% decidido. Mas isso foi o que ele me disse", completou.


O presidente da Ferrari confirmou ainda que irá liberar Schumacher de seu compromisso com o time italiano, com o qual trabalhava como consultor desde sua aposentadoria das pistas no final de 2006. Desta forma, o piloto alemão fica sem contrato e poderá assinar normalmente com a ex-Brawn GP.


De acordo com a publicação europeia, o heptacampeão e sua nova equipe já teriam um acordo verbal, mas que não pode ser formalizado até que a Mercedes realize exames médicos com seu novo contratado. Schumacher machucou seu pescoço em um acidente de moto neste ano e, por isso, acabou impedido de correr pela Ferrari no final da última temporada.


Montezemolo, por sua vez, garante apoiar o retorno de seu ex-contratado. "Michael me disse que terminaria sua carreira na Ferrari. Quando você começa uma parceria longa como a que tivemos com ele, há 14 anos, você se torna amigo. Concordando ou discordando, somos amigos. Não podemos esquecer o que ele fez pela Ferrari e o que fizemos por ele", disse o dirigente, em tom de agradecimento.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE