PUBLICIDADE
Geral

Governo desconta dia de greve dos policiais civis

| MIDIAMAX


Ao menos 20 policiais civis que participaram de manifesto grevista em abril deste ano tiveram um dia descontado do salário por determinação do governo de Mato Grosso do Sul. Cinco deles entraram com recurso e pegaram o dinheiro, perto de R$ R$ 70.


 

O ato ocorrera em 29 de abril deste ano e reunira bem mais que 20 policiais civis. Naquele dia ao menos mil servidores estaduais, entre eles do Judiciário, policiais civis e agentes penitenciários encheram o auditório da Assembleia Legislativa. Eles foram lá atrás de apoio dos parlamentares.
 

Da Assembleia um grupo de policiais civis e parentes de policiais militares seguiu para o Parque dos Poderes, onde fica do gabinete do governador André Puccinelli (PMDB), mas ele não estava lá. Puccinelli estaria viajando para o interior do Estado. O manifesto durou até o fim do dia e os policiais lá almoçaram.
 

O presidente da Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis), Alexandre Barbosa da Silva, não quis se manifestar quanto ao corte no salário pelo dia de greve. Ele disse que não comandava a entidade à época e que hoje negocia com o governo a proposta salarial dos policiais.

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE