PUBLICIDADE
Política

Artuzi e Geraldo trocam acusações em instalação do Governo

| MIDIAMAX


A troca de acusações entre o prefeito Ari Artuzi (PDT) e o deputado federal Geraldo Resende (PMDB) roubou a cena durante solenidade de instalação do Governo Estadual em Dourados na manhã desta segunda-feira.


O tiroteio verbal entre o prefeito e o parlamentar que desde o ano passando vem se “estranhando” na imprensa e agora publicamente.


Ao discursar, o prefeito Ari Artuzi acusou a SANESUL (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) de abrir buracos nas ruas e deixarem abertos há mais de seis meses.


O prefeito cita o caso da Rua Monte Alegre onde a Prefeitura fez o reperfilamento e logo depois a Sanesul abriu as valetas. Ainda em seu discurso Artuzi criticou o deputado Resende que em sua opinião está insuflando a população contra a sua administração principalmente quando o assunto é saúde.


Logo em seguida o deputado Geraldo Resende discursou e fez a defesa da Sanesul e acusou o prefeito de não tirar vinte obras do papel. “São obras que já estão com recursos assegurados”, disse o parlamentar que no início de dezembro do ano passado mandou uma carta Dom Redovino Rizzardo, bispo da Diocese de Dourados pedindo ajuda para “tocar o coração do prefeito” para atender os seus pleitos.


Resende disse que a saúde em Dourados “está um caos” e criticou o que ele classifica como “pequena percepção do prefeito aos assuntos que mais afligem à população. Geraldo afirmou que muitas cidades do País sonham em ter um deputado com que viabiliza tantos recursos para obras.


“Em Dourados onde deveria ser estendido um tapete vermelho para os parlamentares que trabalham em prol do município o que sobram são apenas criticas e espinafradas”, disse Geraldo.


Depois da resposta dada por Geraldo, o prefeito quis fazer um aparte mas foi impedido pelo cerimonial. O parlamentar ao responder as críticas feitas pelo prefeito elevou seu tom de voz e muitas pessoas acharam que os dois iriam se enfrentar fisicamente, mas o parlamentar levantou “bandeira branca” quando disse que é chegada a hora de acabar com as picuinhas políticas e fazer “uma grande unidade entre as forças políticas de forma que atendam as necessidades da população”.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE