PUBLICIDADE
Caarapó

Advogado tenta beijar e agarrar vendedoras em loja do Shopping

| MIDIAMAX


O advogado Newton Antonio Bueno Nemir, 43, detido hoje por duas vezes no shopping Campo Grande, por tentar agarrar e beijar as vendedoras das lojas frequentadas por ele foi solto há pouco. Ele estaria afastado do Núcleo de Assessoramento Jurídico, um braço da AGU (Advocacia-Geral da União), em Campo Grande, onde trabalha, para tratamento psiquiátrico.

Até agora a delegada que cuida do caso ainda não tratou o assunto com a imprensa e não divulgou se vai indiciar o advogado por crime sexual.

De acordo com o advogado Antonio Vieira, defensor de Newton Nemir, o denunciado toma remédios controlados há pelo menos dois anos para tratar de esquizofrenia.

Hoje pela manhã, Nemir comprou um Gol novo, à vista e, antes de ir para o shopping, teria se envolvido em duas batidas.

De acordo com o primeiro boletim de ocorrência, registrado pela Polícia Militar sob o número 27/2010, Nemir teria entrado numa loja, comprado roupas, “agarrado e beijado a força uma delas [vendedora] e beijado a força uma outra”.

Dali, o advogado seguiu suas investidas contra outras vendedoras. Ele teria sido preso por esses ataques, solto e, depois detido de novo, por ter retornado ao shopping e tentado agarrar outras vendedoras.

O caso é investigado pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). O advogado foi solto e saiu da delegacia acompanhado de seu defensor. As vítimas ainda prestam depoimento.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE