PUBLICIDADE
Caarapó

Indígena é encontrada morta em açude na aldeia Te' Yikuê em Caarapó

Crianças indígenas que brincavam pelo local acharam o corpo da vítima boiando.

| CAARAPONEWS


A indígena Marli da Silva, de 41 anos, moradora na casa 175, na Área Ivo, da aldeia Te’ Yikuê em Caarapó, foi encontrada morta na tarde de hoje (12), por volta das 15h, em um açude, na região do Saverá. Crianças indígenas que brincavam pelo local acharam o corpo da vítima boiando.


Segundo informações apuradas pela reportagem do CaarapoNews que esteve na aldeia, ontem, por volta das 17h, ela foi até a casa do irmão, Guilherme Silva, e, em companhia de outros indígenas, foi vista ingerindo bebida alcoólica próximo a lagoa.


Hoje o corpo da indígena foi encontrado boiando no açude Aguapé, próximo a casa 227. De acordo com o perito criminal Jean Carlo Dourado, não há sinais de violência física no corpo da vítima, que aparentemente morreu afogada. 

  O irmão dela não foi encontrado para prestar esclarecimento sobre o que teria ocorrido. A Polícia Civil de Caarapó abriu inquérito para apurar as reais circunstâncias da morte de Marli. (Com informações Cristovão Camacho)


                  

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE