PUBLICIDADE
Caarapó

PM de Dourados é excluído da corporação 15 anos após homicídio

| CAMPO GRANDE NEWS


Quinze anos após o assassinato de Valdecir Apolônio de Freitas, 17 anos, em Dourados, o soldado Eduardo Ferreira Luna foi excluído da Polícia Militar.


A decisão consta no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira. O crime foi dia 11 de novembro de 1995, na rua projetada D no bairro João Paulo II, em Dourados.


Em 2006, Eduardo foi condenado a 12 anos de reclusão. Conforme sentença, ele atirou em Valdecir Apolônio de Freitas, pelas costas, sem oferecer oportunidade de defesa, e o garoto morreu.


O adolescente foi morto após ter entrado em uma festa na Patrulha Mirim de Dourados pelos fundos e expulso da festa em seguida.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE