PUBLICIDADE
Geral

Caixa anuncia mudanças nas loterias; Mega-sena escapa

| FOLHA ONLINE


A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda-feira que haverá mudanças nos jogos das loterias neste ano. Segundo o vice-presidente de fundos de governo e loterias da Caixa, Moreira Franco, haverá mudanças na Instantânea, Dupla Sena, Lotofácil, Timemania, Loteca e Lotogol. A Caixa espera arrecadar R$ 8,1 bilhões com as loterias neste ano.

Na Instantânea --conhecida como "raspadinha"-- haverá ampliação das chamadas famílias (carioca e paulista), com a emissão de bilhetes de R$ 1,50 e R$ 2 pagando prêmios de R$ 150 mil e R$ 200 mil, respectivamente, além da criação de novas famílias regionais.

Também está prevista a remodelagem da Dupla Sena, com novas faixas de premiação e mudança nas distribuição de prêmios. Na Lotofácil, haverá a criação de um terceiro sorteio semanal --os sorteios serão realizados às segundas, quartas e sextas--, além da possibilidade de se realizar apostas múltiplas.

Franco disse que a Caixa pretende fazer mudanças em três produtos devido a queda de apostas: Timemania, Loteca e Lotogol. "Existem alguma modificações a serem feitas nestes três produtos, para gerar uma melhoria. Eles envelheceram e precisam ser modernizados. Já conversamos com o ministro dos Esportes e esperamos em breve chegar a um produto ligado ao futebol com um melhor desempenho."

Apostas pela internet

A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda-feira que pretende oferecer pela Internet a possibilidade de apostar em jogos. "Vamos renovar o nosso público", disse Moreira Franco.

Ainda não há uma data certa para o início das apostas pela Internet, mas existe a possibilidade de que seja no segundo semestre deste ano, segundo Franco. A Internet deve reduzir as filas nas casas lotéricas e a expectativa da Caixa é de aumentar a penetração dos seus jogos nas classes A e B.

De acordo com a Caixa, as casas lotéricas não devem ser prejudicadas na divisão de recursos. "Os lotéricos são nossos parceiros e vão participar desse segmento também", afirmou Franco.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE