PUBLICIDADE
campo grande

''Achei que fossem me matar'', conta idoso que teve Chevette roubado

Ele foi agredido com um golpe conhecido como "gravata" e com socos no rosto pelos assaltantes

| CAMPO GRANDE NEWS


Vítima levou socos e ficou com hematoma no olho. (Foto: Clayton Neves)

Idoso de 70 anos agredido na noite de ontem (13) durante roubo a veículo Chevrolet Chevette no Jardim Leblon, em Campo Grande, lembra os minutos de terror que passou com os assaltantes. Ele foi agredido com um golpe conhecido como "gravata" e com socos no rosto.

Ao Campo Grande News, o idoso contou que estava seguindo para casa após deixar um casal de amigos em outro bairro, quando reduziu a velocidade para passar por uma lombada na Rua Tembes. "O homem que estava parado no meio-fio já se aproximou com a arma na mão e o outro entrou pelo lado do passageiro", relatou.

Segundo a vítima, ele foi agredido com socos e desceu do carro sem reagir. "Eles estavam bem agressivos. Eu ia entregar o veículo, não precisava da violência. Imaginei que pudessem me matar porque eu estava sozinho", disse. Depois de agredir a vítima, a dupla entrou no Chevette e fugiu.

Após o roubo, o idoso correu para casa e acionou a polícia. O carro foi localizado em frente a um lava-jato na Avenida Costa Melo, no bairro Aero Rancho.

No local foram encontrados Bruno Silva dos Reis, 18 anos, Roger Vinícius da Silva Vanderlei, 20 anos e mais dois homens. À polícia, Bruno contou que pegou o carro de um rapaz conhecido como "Neguinho" e foi até o estabelecimento usar drogas com os amigos.

A vítima reconheceu Bruno e Roger como autores do roubo. Eles foram presos e permanecem na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Tiradentes.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE