PUBLICIDADE
campo grande

Motociclista é jogada para baixo de caminhão e morre em avenida

O motorista do caminhão, de 69 anos, não quis revelar o nome, mas contou um pouco sobre o susto

| CAMPO GRANDE NEWS


Rodas traseiras de caminhão passaram por cima de motociclista (Foto: Henrique Kawaminami)

Lucimar Souza Monteiro, de 41 anos, teve o corpo esmagado por roda de caminhão e morreu na Avenida Gury Marques na manhã desta quarta-feira (19). Segundo testemunhas, pilotando uma motocicleta Honda CG 125, ela tentou passar por um “corredor” – quando o motociclista atravessa entre dois veículos, sem usar as faixas de rolamento –, mas bateu no retrovisor de carro prata e foi arremessada para debaixo do caminhão.

O acidente aconteceu em frente à universidade Anhanguera, local onde há um radar, por isso, ainda de acordo com testemunhas, não havia veículos em alta velocidade. “Estava todo mundo devagar, foi o azar dela cair debaixo da roda”, afirma um comerciante de 19 anos, que viu tudo acontecer.

O motorista do caminhão, de 69 anos, não quis revelar o nome, mas contou um pouco sobre o susto. Ele disse que não tinha como prever ou parar o veículo. “Uma tristeza muito grande”.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima ainda respirava quando a equipe iniciou o salvamento. Os militares tentaram reanima-la, mas a motociclista não resistiu e morreu no local do acidente. O corpo foi atingido, segundo os bombeiros, na cabeça, tórax e quadril. 

No local, a delegada Célia Maria Bezerra, da 4ª DP (Delegacia de Polícia), buscou imagens de câmeras de segurança, mas não encontrou. As filmagens do radar não vão ajudar porque o equipamento só é acionado quando alguém passa pelo local acima do limite de velocidade. "Vamos ouvir as testemunhas oculares e o motorista para determinar se o acidente foi provocado pela própria vítima ou não. O caso fica como morte a esclarecer por enquanto".


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE