PUBLICIDADE
Caarapó

Hospital São Mateus realiza evento alusivo à campanha “Janeiro Branco”

| CAARAPONEWS/JOSé CARLOS


Um dos momentos das palestras alusivas ao "Janeiro Branco". Fotos: Divulgação

A direção do Hospital Beneficente São Mateus de Caarapó realizou nos dias 29 e 30 do mês passado, um evento alusivo à campanha “Janeiro Branco”, mês que é voltada à atenção em especial para a saúde mental.

As atividades foram realizadas nas dependências do próprio hospital e contou com a presença das palestrantes, a psicóloga do Polo Base, Aline Feltrin e a enfermeira do CAPS Kerollin Martins.

Ambas explanaram o assunto com destaque para a prestação, o cuidado de forma holística, o  acolhimento humanizado, a ética e respeito profissional

Foi utilizado recurso audiovisual: data show para exposição de slides e transmissão de um vídeo clipe da musica girassol da cantora Priscilla Alcântara.

Com informações daenfermeira Claucia Raquel Aiolfi.

A Campanha

Lançada em 2014, a Campanha Janeiro Branco é dedicada a colocar os temas da Saúde Mental em evidencia na sociedade, chamando a atenção dos indivíduos e das instituições sociais para as necessidades e as importâncias subjetivas, mentais e emocionais dos seres humanos.

Ela vem se consolidando como a maior Campanha do mundo em prol da construção de uma cultura da Saúde Mental na humanidade. Profissionais das mais diversas áreas do conhecimento humano, instituições, políticos, artistas, líderes religiosos e cidadãos do Brasil e do mundo têm abraçado o Janeiro Branco e a sua proposta de psicoeducação dos povos.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que o Brasil não vai bem da Saúde Mental. Os números mostram que 5,8% da população (12 milhões de pessoas) sofrem de “depressão” (maior taxa da América Latina, a 2ª maior das Américas e a 5ª do mundo). Em relação aos “transtornos de ansiedade”, o Brasil é o recordista mundial, com 9,3% da população com algum desses problemas.

E, quando o problema em questão é o “suicídio”, a situação também é preocupante: a ocorrência de 12 mil suicídios anuais no país faz com que a sociedade brasileira ocupe a 8ª colocação, no planeta, em relação à contagem absoluta de mortes autoprovocadas.

Fonte: G1


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE