PUBLICIDADE
Geral

Sul, Sudeste e Centro-Oeste têm recordes de calor

| TERRA


Uma onda de calor fez as temperaturas baterem recorde no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país nos últimos dias.


Em Curitiba (PR), capital conhecida pelas baixas temperaturas no inverno, os termômetros chegaram a 33,1º C nesta quinta-feira, o maior pico de calor desde fevereiro de 1975. No interior do Estado, em Foz do Iguaçu, a temperatura foi a 35,4º C.
 

Em Porto Alegre, também houve registro de recorde na quarta-feira --38,5º C, a maior temperatura desde 1958. A mínima pela manhã foi de 27,9º C, a mais alta já registrada desde 1910, quando começaram as medições no Estado. Hoje, a máxima foi de 37,5º C.
 

O forte calor provocou o aumento do consumo de energia elétrica no Estado. Segundo a CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica), na quarta-feira foram registrados dois recordes de consumo entre a manhã e a tarde.
 

No Paraná, a distribuidora estadual de energia também registrou recordes de demanda. Hoje à tarde, uma queda no sistema deixou 37 mil residências em Curitiba sem eletricidade. A empresa investiga se a queda está relacionada com aumento do consumo.
 

Previsão

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) informou que as altas temperaturas no Sul vão continuar até domingo (7), quando a massa de ar quente que se encontra sobre a região começa a se dissipar. No Sudeste, as temperaturas devem cair no começo da semana que vem.
 

No Centro-Oeste, porém, o forte calor deve continuar até a metade da próxima semana. Em Goiânia, a temperatura máxima chegou hoje a 35,2º C, pouco abaixo da mais alta do verão, de 35,3º C, registrada na quarta-feira. Em Mato Grosso do Sul, a temperatura chegou ontem a 41,8º C na cidade de Itaquiraí.

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE