PUBLICIDADE
Caarapó

Jovem é obrigado a beber combustível durante trote violento

| FOLHA ONLINE


A Polícia Civil de Fernandópolis (553 km de São Paulo) investiga a denúncia de um jovem de 18 anos que afirma ter sido obrigado a beber álcool combustível na noite de segunda-feira (1º) durante um trote no primeiro dia de aula de uma universidade particular da cidade.



Segundo informações da SSP (Secretaria de Segurança Pública), o estudante de veterinária foi retirado da sala à força, por outros alunos, durante uma aula. Ele disse à polícia que teve o tênis tirado, a roupa rasgada e o rosto pintado, além de levar tapas dos colegas.



Ainda de acordo com o jovem, os estudantes o levaram para a avenida Expedicionários Brasileiros, onde foi obrigado a pedir dinheiro para motoristas que passavam pelo local, a fumar, beber bebidas alcoólicas e álcool combustível. Durante o trote, ele perdeu o boné, a carteira e o caderno.



Após o trote, o jovem foi à delegacia seccional de Fernandópolis, onde registrou a ocorrência. De acordo com informações no boletim de ocorrência, ele estava sem camisa, com a calça rasgada, com o rosto pintado e aparentava estar embriagado. O caso está sendo investigado pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da cidade.



Procurada pela reportagem, a assessoria da Unicastelo afirmou que uma comissão com três professores já foi instaurada e vai investigar o caso. Os responsáveis pelo trote violento ainda não foram identificados.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE