PUBLICIDADE
Caarapó

Preço do álcool sobe e fica próximo da gasolina em MS

| CAMPOGRANDENEWS


Além de perder a vantagem, o preço do álcool acumulou aumento de 6,1% em janeiro e está próximo da gasolina em Mato Grosso do Sul. Em alguns casos, a diferença entre o valor do litro do produto é de apenas 10% na Capital.



No Estado, o valor médio do álcool ficou 5,7% mais caro no mês passado, conforme pesquisa realizada pela ANP (Agência Nacional de Petróleo). O custo para o consumidor passou de R$ 1,917 para R$ 2,028 entre os dias 3 e 30 de janeiro passado. O menor preço oscilou 4,8%, de R$ 1,79 para R$ 1,877, enquanto o maior foi de R$ 2,199 para R$ 2,315.



Já na Capital, o preço médio acumulou majoração de 6,1% no mesmo período, de R$ 1,904 para R$ 2,021. É a primeira vez que o produto passa a barreira dos R$ 2 na cidade. O menor valor teve acréscimo de 4,8%, de R$ 1,79 para R$ 1,877, enquanto o maior preço praticado no mercado teve correção de 9,9%, de R$ 1,99 para R$ 2,198.



Gasolina - No mesmo período, o preço médio da gasolina na Capital teve desvalorização de 1,2%, de R$ 2,613 para R$ 2,581. O menor valor oscilou 0,8%, de R$ 2,45 para R$ 2,428. Já o mais caro no mercado campo-grandense oscilou 3,5%, de R$ 2,799 para R$ 2,699.



Com a valorização do álcool e a queda no custo da gasolina, o etanol se mantém em desvantagem no Estado e na Capital. Em Campo Grande, o preço médio do álcool representa 78% da gasolina. No caso dos maiores valores, a situação é ainda pior, porque o etanol equivale a 81,4% da gasolina.



O cenário é pior porque o custo pode inviabilizar o álcool. Em alguns casos, o preço do álcool está a apenas 10% do preço da gasolina, considerando-se que o produto custa R$ 2,198, enquanto a gasolina pode ser encontrada a R$ 2,428.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE