PUBLICIDADE
decisão

Coronavírus leva Colômbia a fechar fronteiras até 30 de maio

A Colômbia conta 57 casos de infecções pelo novo coronavírus; na América Latina, o balanço é de 819 casos, incluindo sete mortos


© Reuters/Ann Wang/direitos reservados

A Colômbia vai fechar todas as fronteiras a partir de hoje (17) e até 30 de maio para combater a propagação do coronavírus. O anúncio foi feito pelo presidente  Ivan Duque.

A medida vai abranger 'todos os cidadãos nacionais e estrangeiros', mesmo se 'o transporte de mercadorias para a entrada e a saída de produtos pelos pontos terrestres autorizados' prossiga sendo ser permitido', acrescentou.

Além dos controles fronteiriços, as autoridades decidiram fechar bares e discotecas, bem como proibir concentrações de mais de 50 pessoas.

A Colômbia conta 57 casos de infecções pelo novo coronavírus. Na América Latina, o balanço é de 819 casos, incluindo sete mortos. O coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infectou cerca de 170 mil pessoas, das quais 6.850 morreram.

Das pessoas infectadas em todo o mundo, mais de 75 mil se recuperaram. O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 140 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que anota a maioria dos casos, a Europa tornou-se no centro da pandemia, com quase 60 mil infectados e pelo menos 2.684 mortos.

A Itália com 2.158 mortos (em 27.980 casos), a Espanha com 309 mortos (9.191 casos) e a França com 127 mortos (5.423 casos) são os países mais afetados na Europa.

Face ao avanço da pandemia, várias nações adotaram medidas excepcionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE