PUBLICIDADE
Geral

MS: Helicóptero com 5 pessoas cai em hospital na capital

| MIDIAMAX


O helicóptero que caiu há pouco, no pátio do Hospital Regional Rosa Pedrossian, no bairro Aero Rancho, faria o socorro de Sotênia Espíndola da Silva, 69 anos, que foi picada por uma cobra ontem à tarde e está ilhada no Pantanal, na região de Coxim. O piloto havia pousado a aeronave para apanhar soro antiofídico. Ao tentar a decolagem, após já ter tomado certa altitude, a aeronave perdeu o equilíbrio e caiu.
 

Apesar da violência do acidente, que destruiu a aeronave e dois veículos que estavam no estacionamento do hospital, os cinco tripulantes tiveram apenas ferimentos levíssimos, garantiu o diretor do hospital, Ronaldo Queiroz. Ele considerou “um milagre” não ter havido ferimentos de maior gravidade.
 

O helicóptero caiu sobre o Corsa preto placa HRP-6876 e praticamente se partiu. A hélice atingiu outro veículo, um Uno azul, de placas HRL-8523. Os dois carros ficaram bastante danificados.
 

Segundo o diretor do HR, o soro antiofídico já foi enviado por outra equipe e o resgate da vítima da picada de cobra será socorrida. A Base Aérea não confirmou se outro helicóptero foi enviado a Coxim. O local onde Sotênia Espíndola está, na Fazenda Lagoa Parada, distante 160 quilômetros da cidade de Coxim, está ilhado pela água devido à cheia do Pantanal.
 

Os bombeiros de Coxim tentaram fazer o resgate por terra, mas só conseguiram avançar com a viatura a uma distância de 100 quilômetros do local. Ainda assim a viagem até ali demorou cerca de seis horas. Outra viatura se deslocou hoje, a intenção era trazer a idosa de trator até o ponto em que é possível o trânsito de veículos menores. Enquanto isso a Base Aérea foi acionada para fazer o socorro, e aconteceu o acidente com o helicóptero.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE