PUBLICIDADE
Pedro Juan

Prefeito tem prisão decretada após furar quarentena

| CLAYTON NEVES / CAMPO GRANDE NEWS


Prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo. (Foto: ABC Color)

Na noite deste domingo (10) o Ministério Público do Paraguai pediu a prisão preventiva do prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo. A ordem veio depois de o prefeito descumprir quarentena, furar bloqueio montado na fronteira e entrar em Ponta Porã para visitar parentes.

Pela manhã, José Carlos discutiu com militares do Exército que faziam controle da entrada de moradores na fronteira com Ponta Porã. Mesmo contrariando medidas de seguranças impostas para conter o avanço do novo coronavírus, ele  entrou na cidade brasileira e passou o dia na casa de parentes.

Após a prisão ser decretada, policiais e autoridades do judiciário estiveram na casa do prefeito para cumprir a determinação, no entanto, Acevedo não foi encontrado e agora, é considerado foragido. Quando for localizado, ele  deverá ser levado para um albergue onde cumprirá quarentena obrigatória.

O caso deve ser analisado por Cortes superiores do Paraguai e o profeito pode, inclusive, ter o mandato cassado.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE