PUBLICIDADE
pelo mundo

Avião com cerca de 100 pessoas a bordo cai no sul do Paquistão

O número de vítimas é desconhecido, embora as autoridades temam que haja várias mortes

| EL PAíS


Voluntários retiram corpo de um dos passageiros de área atingida pelo avião, em 22 de maio de 2020.ASIF HASSAN / AFP

Um avião comercial caiu nesta sexta-feira no sul do Paquistão, com 99 pessoas a bordo entre passageiros e tripulação. Embora as autoridades tenham inicialmente indicado que o número total era de 107 pessoas a bordo (99 passageiros e oito tripulantes), o número final é 99, de acordo com a última retificação das autoridades aéreas paquistanesas. O incidente, cujas causas ainda são desconhecidas ― embora tudo aponte para uma falha técnica ―, ocorreu em uma área residencial da cidade de Karachi, no sul do país. O equipamento, um Airbus A-320 da empresa Pakistan International Airlines (PIA) fazia a rota de Lahore-Karachi, e estava se preparando para pousar. No momento, o número de vítimas é desconhecido, embora as autoridades temam que haja várias mortes.

“A última coisa que ouvimos do piloto foi que ele tinha problemas técnicos”, disse o porta-voz da PIA, Abdullah H. Khan, em uma declaração em vídeo citado pela Reuters. Um alto funcionário da aviação civil disse à mesma agência que parecia que o avião não conseguiu firmar as rodas no solo devido a uma falha técnica, embora as caixas pretas ainda não tenham sido recuperadas para elucidar o que aconteceu.

"[O avião] caiu perto do aeroporto de Karachi. Ele estava a um minuto do aeroporto e caiu em uma área residencial ”, disse um porta-voz da Autoridade de Aviação Civil do Paquistão, Abdul Sattar, à agência Efe. As Forças Armadas do Paquistão imediatamente foram ao local do acidente, segundo a agência France Presse, para participar dos esforços de resgate. A televisão local Geo mostrou, de acordo com a AFP, imagens de uma multidão aglomerada na região, enquanto ambulâncias tentavam chegar ao local.

O incidente ocorre no momento em que o país estava lentamente começando a retomar os vôos domésticos, que haviam sido suspensos como uma medida para combater a pandemia da covid-19. O Paquistão sofreu vários acidentes aéreos, civis e militares nos últimos anos. O último ocorreu em dezembro de 2016, quando um avião de passageiros também pertencente à empresa nacional da PIA caiu no norte do país: 47 pessoas morreram no acidente. O incidente mais dramático dos últimos anos ocorreu em 2010, quando um Airbus 321 da empresa privada Airblue, que viajava entre Karachi e a capital Islamabad, caiu pouco antes do pouso. As 152 pessoas a bordo morreram.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE