PUBLICIDADE
política

'Parabéns à Polícia Federal', diz Bolsonaro após ação contra Witzel

Nesta terça-feira, o presidente tem reunião prevista com Guedes e Salim Mattar, secretário especial de Desestatização e Desinvestimento

| R7.COM


Bolsonaro prometeu sancionar ajuda a Estados. Foto: EFE/ Joédson Alves - 26/05/2020

O presidente Jair Bolsonaro parabenizou na manhã desta terça-feira (26), em frente ao Palácio da Alvorada, a ação policial no Rio de Janeiro que teve como um de seus alvos o governador Wilson Witzel (PSC). "Parabéns à Polícia Federal. Fiquei sabendo agora pela mídia."

As investigações apontam a existência de um esquema de corrupção envolvendo uma organização social contratada para a instalação de hospitais de campanha e servidores da cúpula da gestão do sistema de saúde do Estado do Rio de Janeiro.

A Polícia Federal (PF) cumpre mandados na residência particular do governador Witzel, localizada no bairro Grajaú, no escritório de advocacia da primeira dama Helena Witzel, e em outro endereço no bairro do Leblon.

Bolsonaro também afirmou nesta manhã que a sanção de socorro a Estados e municípios, de aproximadamente R$ 60 bilhões, vai ser sancionada entre hoje e quarta-feira (27). "Até amanhã sai. Estamos resolvendo aqui a questão do concursados da PRF [Polícia Rodoviária Federal] para que não haja dúvidas", explicou. Segundo o presidente a situação do concurso já "parece que está resolvida".

Bolsonaro não explicou, no entanto, se o dinheiro aos Estados já começa a ser distribuído ainda em maio, conforme solicitação feita pelos governadores na reunião da semana passada. "Aí é com o posto Ipiranga Paulo Guedes", brincou.

Nesta terça-feira, o presidente tem reunião prevista com Guedes e Salim Mattar, secretário especial de Desestatização e Desinvestimento.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE