PUBLICIDADE
Caarapó

Médica caarapoense denúncia golpe da tarja preta em Dourados

O cabo Clarindo afirmou que esta foi a primeira denúncia de vítima do golpe

| MIDIAMAX


Os bandidos aproveitaram o Carnaval para lançar em Dourados mais um novo golpe para roubar os clientes das agências bancárias que utilizam os caixas eletrônicos para fazer saques de dinheiro.
 

O chamado golpe da “Tarja Preta” foi descoberto na manhã deste sábado quando uma médica residente em Caarapó foi sacar R$ 350,00 de um caixa eletrônico de uma agencia da Caixa Econômica Federal localizada na Avenida Weimar Torres na região central da cidade.
 

A médica que não teve o nome revelado pela Polícia Militar que atendeu a ocorrência depois de terminar a operação no caixa eletrônica percebeu que estava demorando em sair as cédulas de um orifício existente no caixa. Ao passar a mão no dispensário de dinheiro percebeu que fora colada uma tarja preta que impedia a saída das notas.
 

Imediatamente a médica telefonou para o 190 da Polícia Militar que encaminhou uma equipe para registrar a ocorrência. O cabo João Claudino afirmou que os golpistas foram muito criativos no golpe.
 

Conforme narrou o cabo, os bandidos colocaram no orifício onde sai o dinheiro uma placa de alumínio pintada de preto e fixada com cola de silicone. O policial disse que só conseguiu retirar a plaquinha com a utilização de um canivete. Os R$ 350,00 da médica estão grudados na placa por causa da cola feita de silicone.
 

O cabo Clarindo afirmou que esta foi a primeira denúncia de vítima do golpe e explicou que a médica só descobriu a fraude por causa de sua esperteza e vivacidade.
 

Na opinião do policial seria comum que a maioria das pessoas achasse que o caixa eletrônico estivesse danificado e como a agência está fechada as vítimas não teriam a quem reclamar sobre o hipotético “estrago” existente na máquina.
 

Depois de registrada a ocorrência a Polícia Militar encaminhou o caso para as Polícias Civil e Federal. A plaquinha de alumínio e a denúncia feita pela médica foram encaminhadas para a Polícia Federal.
 

O fato deverá ser investigado pela polícia enquanto que o Cabo Clarindo orienta aos usuários de caixa eletrônico para ficar de olho para não serem lesados neste ou em outros tipos de golpes desta natureza.

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE