PUBLICIDADE
Paulistão

Santos vence Rio Claro e termina a rodada na liderança

| GLOBO.COM


Com uma atuação apagada do atacante Robinho, que participou de toda a partida, o Santos passou sufoco, mas conseguiu vencer o Rio Claro, de virada, por 2 a 1, neste domingo no estádio do Pacaembu, que recebeu um excelente público, no encerramento da oitava rodada do Campeonato Paulista.

Com a vitória, a quinta consecutiva, a equipe santista termina a rodada na liderança isolada do torneio. O time chegou aos 19 pontos --dois a mais do que o Botafogo, vice-líder, que empatou com o Palmeiras em 1 a 1, no sábado.
 

Já o Rio Claro soma apenas quatro pontos, na zona de rebaixamento.
 

Os gols santistas foram marcados por André, aos 23min, e Giovanni, aos 43min do segundo tempo, enquanto Jackson, aos 39min da etapa inicial, marcou para a equipe do interior.
 

Agora, o Santos volta a campo na quinta-feira, quando recebe o Bragantino na Vila Belmiro. No dia anterior, o Rio Claro busca a reabilitação contra o Ituano.
 

O jogo diante do Rio Claro foi o primeiro do atacante Robinho como titular após seu retorno ao time da Vila Belmiro. Ele formou dupla com Neymar. Assim, a equipe santista jogou sem um atacante de área.
 

Apesar de contar com Robinho, o técnico Dorival Júnior teve dificuldades para montar a equipe, já que não teve à disposição o lateral-esquerdo Léo e o volante Arouca, lesionados, além de Wesley, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Os outros desfalques foram os laterais George Lucas e Maranhão, que já estavam entregues ao departamento médico.
 

Com todas essas ausências, Dorival colocou Pará na lateral direita e escalou o jovem Wesley Santos, revelado nas categorias de base do clube, como titular no setor esquerdo. No meio de campo, Germano ocupou a vaga de Arouca.
 

O jogo

Mesmo com Robinho e Neymar em campo, o Santos teve muita dificuldade no primeiro tempo contra o Rio Claro. A equipe santista tinha o domínio territorial, mas não encontrava espaço para criar as jogadas devido à forte marcação do adversário. Além disso, errava muitos passes.
 

Com os dois principais jogadores da equipe apagados e Paulo Henrique Ganso bem marcado, o Santos não criou nenhuma oportunidade. Já o Rio Claro se preocupava com a marcação e também não chegava com perigo.
 

Aos 32min, o técnico Dorival Júnior foi obrigado a fazer uma modificação. Após um cruzamento para a área, o meia-atacante Marquinhos dividiu com um adversário e foi atingido na cabeça. Com isso, o jogador foi substituído pelo atacante André, alterando o esquema tático do 4-4-2 para o 4-3-3.
 

Porém, quem abriu o placar foi o Rio Claro. Aos 39min, Maicon fez excelente jogada pela esquerda e cruzou para Jackson, que só teve o trabalho de completar para o gol e fazer 1 a 0.
 

Com o futebol apresentado na etapa inicial, a equipe foi para os vestiários vaiada.
 

No segundo tempo, o Santos deu mostras de que voltaria com outra atitude. Logo no primeiro tempo, após jogada de Robinho, Neymar ficou com a bola dentro da grande área, mas demorou para chutar e, quando tentou, mandou para fora.
 

Três minutos depois, o Santos desceu em rápido contra-ataque e Paulo Henrique Ganso foi derrubado próximo da grande área. O próprio jogador bateu e acertou a barreira. Aos 11min, após cobrança de escanteio, a bola passou por toda defesa e Robinho furou na hora da conclusão.

O Santos continuou pressionando. Aos 13min, após cruzamento da esquerda, Robinho dominou dentro da grande área e bateu forte. Sidney fez excelente defesa.
 

Sem conseguir chegar ao empate, Dorival Júnior fez duas alterações, deixando o time mais ofensivo. Giovanni entrou lugar do volante Germano, enquanto Madson substituiu Wesley Santos.
 

A alteração deu resultado. Aos 23min, Giovanni enfiou para Neymar, que invadiu a área e finalizou, o goleiro Sidney espalmou e André, na pequena área, completou para o gol: 1 a 1.
 

Com o gol e apoiado pela torcida, o Santos pressionou ainda mais o adversário. Aos 31min, Robinho tentou e Sidney espalmou para escanteio. Dois minutos depois, a situação da equipe santista foi facilitada com a expulsão do zagueiro Ernando.
 

Com um jogador a mais, o Santos continuou insistindo e conseguiu a virada. Aos 43min, Neymar fez boa jogada e chutou. Sydney espalmou e Giovanni, de cabeça, mandou para o gol: 2 a 1, fechando o placar.

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE