PUBLICIDADE
Caarapó

Procon de Caarapó alerta para golpes em compras via internet

| CAARAPONEWS/DILERMANO ALVES


Procon: informar, defender e orientar os consumidores na busca de solução para qualquer problema de consumo

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Caarapó acaba de emitir comunicado alertando a população sobre golpes praticados em sites de falsas vendas online. Segundo o órgão, há registros de casos no município.

A advogada Jakeline Rodrigues de Andrade, diretora-executiva do Procon de Caarapó, explica que são necessários alguns cuidados básicos que o consumidor deve adotar para as compras via internet. “Verifique a autenticidade dos sites de compras para não cair em armadilhas. Desconfie quando o produto estiver muito barato, confira sempre a reputação do vendedor e se o site tem o cadeado de segurança”, alerta. O cadeado é um dos itens, mas nem sempre representa segurança, dada a capacidade dos falsários de enganar o consumidor.

De acordo com o Procon, existem plataformas que oferecem o serviço de consulta sobre confiabilidade e qualidade dos sites de vendas, que podem ser acessados em reclameaqui.com.br e consumidor.gov.br.

“Nem sempre o Procon pode resolver situações danosas ao consumidor por compras malsucedidas na internet. No caso de golpe, o registro deve ser feito na polícia”, esclarece a advogada. “Em todo caso, estamos à disposição para orientar o consumidor em qualquer situação”, acrescenta.

O Procon tem como objetivo informar, defender e orientar os consumidores na busca de solução para qualquer problema de consumo. Ao se sentir lesado, o consumidor deve fazer valer seus direitos.

Outras dicas - O Serasa Consumidor (https://www.serasa.com.br/ensina/seu-cpf-protegido/10-dicas-para-evitar-fraudes-nas-compras-online/) lista uma série de dicas orientando os cidadãos em relação às compras via internet: 1 – Pesquise os dados da empresa, como razão social, endereço, telefone e CNPJ. 2 – Sem contato, nem pensar! Identifique as informações de contato. Quanto mais fácil você localizar telefones, endereços e e-mail para entrar em contato com o comércio eletrônico, tirar dúvidas ou encaminhar problemas, mais confiável o site é. 3 - Certificação digital. Cheque as certificações digitais para evitar fraudes; 4 - Atente à qualidade dos textos. Procure pistas de golpe no site. Erros de português e fotos de má qualidade são bons indícios de sites que não são idôneos; 5 - Conheça a reputação da empresa. Pesquise o que as pessoas andam falando sobre a empresa. Sempre que estiver com o pé atrás com algum comércio eletrônico, consulte a idoneidade do site nos órgãos de proteção ao consumidor; 6 - Peça indicações. Não pense duas vezes antes de pedir indicações de parentes e amigos, sobretudo daqueles que já têm o hábito de comprar pela internet; 7 – Leia a política do site. Você conhecerá não só suas medidas de segurança como também seu sistema de trocas e devolução. 8 – Use dispositivos seguros. Utilize wifi, computador ou smartphone seguros. Nunca faça compras virtuais por meio de computadores de outras pessoas ou usando redes públicas de wifi. 9 – Fuja de promoções mirabolantes. Se um determinado produto está com o preço tão tentador que você quase não consegue deixar de comprar, pare, respire fundo e não compre. Preços muito reduzidos podem ser sinal de tentativa de fraude. 10 – Guarde os comprovantes das compras. Imprima ou salve no computador as telas que indicam que a compra foi realizada, anote códigos de confirmação e guarde e-mails que chegam à sua caixa com dados da transação. Eles podem ser úteis no futuro.

Importante: cuide sempre do seu CPF. Monitorar regularmente seu CPF é um bom jeito de evitar prejuízos com fraudes. Você pode consultar seu CPF gratuitamente no Serasa Consumidor.

Em Caarapó, reclamações, denúncias, comunicações e demais sugestões podem ser feitas através do endereço de e-mail procon@caarapo.ms.gov.br e telefones (67) 3453-1303/3904. O Procon funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h, em sala do prédio da antiga Escola Narciso Menezes, localizada na Avenida Duque de Caxias, ao lado da prefeitura, e é coordenado pela administradora Renata Gimenez Matassa.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE