PUBLICIDADE
campo grande

Em briga de pitbulls, guarda municipal atira no portão do vizinho

A polícia foi chamada e a perícia foi ao local; o guarda municipal foi conduzido à delegacia mas o outro vizinho não foi encontrado

| CAMPO GRANDE NEWS


Na parte debaixo, marcas dos tiros (Foto: Reprodução)

Um guarda municipal, identificado apenas como Everaldo, deu dois tiros no portão de vizinho, no bairro Universitário, durante confusão envolvendo dois pitbulls, hoje de manhã. Essa não seria a primeira vez que ele usou a arma pelo mesmo motivo, briga de cachorros. 

O promotor de vendas Anderson da Silva Rodrigues, 31 anos, disse que estava dormindo quando ouviu a confusão, que começou por volta das 8h. Ele é dono do pitbull Palhaço, de 5 anos, que estava circulando pela garagem do início da manhã. 

Rodrigues explica que normalmente Palhaço fica preso nos fundos da casa, onde há área restrita, com outro portão, mas costuma deixar o animal no espaço do resto da casa à noite e no início da manhã.

A informação é que outro pitbull, sem dono conhecido e aparentemente de rua, enfiou o focinho por baixo da grade e acabou sendo atacado por Palhaço, que o mordeu, imobilizando o outro animal. A confusão atraiu a atenção dos vizinhos e dois deles foram acudir o cachorro ferido.

Um dos vizinhos estava com um facão e, o outro, o guarda (calção cinza e preto), armado. Segundo relato de testemunhas, Everaldo atirou para tentar atingir Palhaço do outro lado do portão para que ele liberasse do animal. 

No vídeo é possível ver os dois homens perto do portão. Eles conseguiram liberar o pitbull que saiu com focinho ferido. Palhaço também acabou sendo atingido pelo facão, segundo Rodrigues. O dono do animal explica que ele é dócil com pessoas, mas estranha a aproximação de outros cachorros, com exceção da companheiro de casa, Lilica, de 6 anos. 

Por causa dos tiros disparados, a polícia foi chamada e a perícia foi ao local. O guarda municipal foi conduzido à delegacia mas o outro vizinho, que estava com facão na hora do salvamento do cachorro, não foi encontrado.

Rodrigues disse que não é a primeira vez que ele e o vizinho têm problemas por causa de cachorro. Em 2019, ele diz que o guarda registrou boletim de ocorrência contra o promotor de vendas depois que Palhaço escapou e feriu um cachorro de Everaldo. “Ficamos com medo e até trocamos o portão”, disse, dizendo que instalou portão de elevação, mais fechado.

O irmão de Rodrigues foi à delegacia para registro da ocorrência.

A reportagem entrou em contato com assessoria da Guarda Municipal sobre o ocorrido e aguarda retorno.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE