PUBLICIDADE
durante reunião

Dudu pediu para ser negociado com time do Catar

| ESPN


Foto: Divulgação

Dudu pediu aos dirigentes do Palmeiras, em reunião na semana passada, para ser negociado com o Al-Duhail, do Catar. Os problemas com a ex-mulher são o motivo para o jogador desejar sair do país.

E o clube paulista já concordou em vendê-lo desde que o time catari cumpra as cifras prometidas pelo empresário André Cury: 13 milhões de euros (R$ 76,8 milhões) à vista e 2 milhões de euros (R$ 11,8 milhões) condicionados ao desempenho.

As informações são do jornalista da ESPN Brasil Jorge Nicola em seu blog no portal Yahoo!.

Se o negócio for fechado, o Palmeiras terá direito a 100% do valor da transferência, mas precisará repassar cerca de R$ 15 milhões à Crefisa, que bancou a compra de metade dos direitos econômicos do atacante, em 2017.

Nicola também explica que o Cruzeiro, clube formador, terá direito a cerca de R$ 3 milhões do negócio pelo Mecanismo de Solidariedade da Fifa. Dudu passou pela base do time celeste dos 13 aos 19 anos.

Sobre o motivo da partida, Dudu está em litígio com Mallu Ohana desde o ano passado. O caso se agravou na última semana porque o jogador foi acusado de agressão pela ex-mulher. Ela registrou um boletim de ocorrência, e os advogados dela pediram para a Justiça a retenção do passaporte do palmeirense temendo justamente a saída dele do país.

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE