PUBLICIDADE
abriu o jogo

Maisa Silva conta como se tornou vegetariana

| ESTADãO


Foto: Instagram/@maisa

Maisa Silva usou as redes sociais nesta terça-feira, 7, para contar aos seguidores como passou pelo processo de se tornar vegetariana. A atriz e apresentadora do SBT afirma que segue o estilo de vida ovolactovegetariano e não come carne, frango ou peixes.

"O nome do meu estilo é ovolactovegetariano, ou seja, eu não como carne, mas eu como derivados dos animais, como o mel, ovo, o leite, laticínios. Eu só não como carne mesmo", disse a artista.

Já em 2017, ela parou de comer produtos embutidos como salsicha, presunto e mortadela.

“Parei depois de ter assistido o filme Okja e me deu meio que um estalo e daí fiquei com dó dos bichinhos. Aí fiquei um mês sem comer carne, em fevereiro de 2018, e tirei como conclusão que ficaria ‘de boa’ sem carne vermelha”, refletiu. Porém, Maisa voltou a comer carne, frango e peixe.

Sete meses depois, em setembro, ela começou a se sentir mal. “Fiz alguns exames. Descobri que eu não era intolerante a lactose, apesar da minha barriga ficar estufada e até vomitava. Quando cortei a carne, parei de passar mal. Então, saudades de comer um bife, uma picanha? Sim, mas eu não vou continuar comendo carne vermelha se me faz mal”, afirma.

A decisão de parar de comer qualquer tipo de carne de origem animal se consolidou em agosto do ano passado, quando deixou os peixes e frutos do mar de lado. “Mas essa é a minha experiência. Meus pais comem carne, meus amigos, e não passam mal. É a minha experiência, tá?”, fez questão de frisar.

Ela disse que tomou a decisão embasada em um exame médico que fez e que indicou que estava com alto índice glicêmico por causa do grande consumo de carboidratos. A apresentadora esclareceu que está substituindo as proteínas da carne por legumes que tenham a mesma quantidade do nutriente.

Maisa também disse que virou vegetariana com “total responsabilidade”, com apoio de uma nutricionista, e que os familiares seguem se alimentando normalmente. “Quando eu sento para comer com meus pais e eles comem carne, não sinto nojo ou enjoo. Eu respeito e não fico impondo pra ninguém que as pessoas têm que parar de comer carne. Eu acho mais saudável? Sim, mas respeito todos”, garantiu.

Além disso, Maisa revela que está preocupada com o meio ambiente: “Além dos benefícios para a saúde, estou muito mais ligada às questões ambientais e tenho mais empatia pelos animais. Apesar de não ser vegana, eu me apeguei muito a causa e descobri novos sabores. A gente é educado a comer de uma forma muito quadrada e a pensar que tudo o que é vegetariano é caro ou ruim, sendo que não", acrescentou.

Perguntada por fãs quais eram as comidas vegetarianas que ela mais gosta, respondeu sorrindo: “Ah, gente, claro que minha comida favorita vegana é batata frita e pipoca”, concluiu.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE