PUBLICIDADE
violência policial

PM pisa em pescoço de mulher preta de 51 anos e causa revolta

A policia de São Paulo informou que os dois policiais ficarão afastados durante a apuração do caso

| CATRACA LIVRE


Crédito: Reprodução/TV Globo

Em mais um flagrante da violência policial contra a população preta no Brasil, um PM foi filmado pisando no pescoço de uma mulher preta de 51 anos de idade em Parelheiros, na zona sul de São Paulo. A cena foi exibida no “Fantástico“, da TV Globo, na noite deste domingo, 12.

Após a abordagem extremamente violenta, a vítima precisou ser levada ao hospital, com ferimentos no rosto e a perna quebrada. “Quanto mais eu me debatia, mais ele apertava a botina no meu pescoço”, disse, na entrevista ao programa global.

Os policiais alegaram que foram atacados por uma barra de ferro e que estavam se defendendo. No entanto, as imagens mostram que a mulher estava no chão no momento em que o policial coloca todo peso de seu corpo sobre ela. A mulher é viúva, com cinco filhos e dois netos, e vive das vendas de um pequeno bar próximo ao local onde foi agredida.

Veja como denunciar casos de racismo

A policia de São Paulo informou que os dois policiais ficarão afastados durante a apuração do caso. A Secretaria de Segurança disse que não compactua com esse tudo de procedimento.

Pelo Twitter, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que as cenas exibidas pelo Fantástico “geram repulsa” e classificou a ação dos PMs como “inaceitável”.

“Os policiais militares que agrediram uma mulher em Parelheiros, na Capital de SP, já foram afastados e responderão a inquérito. As cenas exibidas no Fantástico causam repulsa. Inaceitável a conduta de violência desnecessária de alguns policiais. Não honram a qualidade da PM de SP”, escreveu o governador.

Como denunciar violência policial
Casos como esse da mulher preta que foi pisada no pescoço por um PM não são, infelizmente, raros no Brasil. Diante da retórica política que acena aos anseios de uma sociedade refém do próprio medo, a violência por parte da polícia ganha holofote, palanque e aplausos no Brasil da nova era.

Por isso, a Catraca Livre destaca diferentes ferramentas de denúncia contra a violência policia que, vale frisar, pode ir além da agressão física. Configura-se também pela intimidação moral, no uso ilegal e ilegítimo da força ou da coação.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE