PUBLICIDADE
capital

Com mais 2 mortes em MS, pastor é o 53º óbito pela covid em MS

ntonio Carlos Melo Sagrillo, 63, faleceu após permanecer internado no Hospital El Kadri para tratar a infecção do novo coronavírus

| CAMPO GRANDE NEWS


Antonio Carlos Melo Sagrillo, 63, era um dos pastores da Igreja Morada em Campo Grande (Foto: Reprodução)

Campo Grande amanhece nesta sexta-feira (17) com o número de vidas levadas pela covid-19 em constante elevação. Faleceu na madrugada desta sexta Antonio Carlos Melo Sagrillo, 63, após permanecer internado no Hospital El Kadri para tratar a infecção do novo coronavírus.

Em Aparecida do Taboado, amigos e família se despedem de Benedito Aparecido de Oliveira, 54 anos, que faleceu na quinta-feira (16), às 22h, dentro de hospital em São José do Rio Preto (SP).

Antonio deixa mulher e filho de 29, conforme apurou o Campo Grande News. Era um dos pastores da Igreja Morada.

Benedito trabalhava como instrutor de autoescola e faleceu em São José do Rio Preto (SP) depois de buscar atendimento na rede particular no interior do Estado de São Paulo. Ele ficou internado durante 15 dias em leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), conforme o portal Costa Leste News.

Segundo levantou a reportagem, o pastor não apresentava comorbidades. Trata-se da 53ª morte pela covid em Campo Grande.

A Capital tornou-se o novo epicentro da doença, com escalada diária de vítimas e novos casos. O óbito ainda não foi atualizado no boletim da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e no boletim da SES (Secretaria Estadual de Saúde).

Conforme o último levantamento divulgado pela secretaria estadual, Mato Grosso do Sul registra 191 mortes. O Campo Grande News realiza acompanhamento diário e ao menos mais quatro mortes devem entrar nos números divulgados oficialmente no boletim.

Mais três óbitos por covid-19 foram confirmados pela secretaria estadual na quinta-feira (16), após a divulgação do boletim epidemiológico. Entre as vítimas, há dois indígenas que viviam nas cidades vizinhas de Aquidauana e Anastácio, a 135 quilômetros da Capital. 

Interior - Em Aparecida do Taboado, para onde o corpo de Benedito foi levado, a morte do instrutor é o segundo óbito registrado na cidade. Segundo o portal, ele apresentou sintomas no dia 23 de junho e buscou a rede de saúde local cinco dias depois. Medicado, foi orientado a ficar em casa, em isolamento.

No dia seguinte, com a piora nos sintomas, buscou atendimento particular em Santa Fé do Sul (SP). O quadro piorou e ele foi transferido para hospital de São José do Rio Preto (SP) no dia 2 de julho, onde faleceu por volta das 22h.

O portal cita a “popularidade” de “Cido” na cidade, "que era conhecido por todos". Deixa esposa e filho, que é soldado da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul.

Números - A Capital já registra 31.293 notificações relacionadas ao novo coronavírus, com 5.497 casos confirmados de covid-19. Destes, 1.832 pessoas estão em isolamento domiciliar, 200 pessoas estão internadas e 3.413 estão recuperadas da doença. Aparecido Taboado já soma 64 casos positivos, entre eles 42 de pessoas recuperadas; 17 em isolamento domiciliar e 3 internadas. O município ainda investiga mais 16 casos da doença. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE