PUBLICIDADE
campo grande

Irmão de jovem que era acorrentado pela família acaba preso por ameaçar a mãe

O filho, então, pegou uma faca que estava na cintura e colocou no pescoço da mãe, dizendo que iria matá-la

| CAMPO GRANDE NEWS


(Leonardo de França, Midiamax)

Servente de pedreiro, de 29 anos, irmão do jovem de 23 que foi acorrentado pela família no bairro Taquaral Bosque, em Campo Grande, foi preso ontem (29) após ameaçar a mãe de morte e colocar uma faca no pescoço da mulher.

À polícia, a vítima, de 48 anos, contou que o filho chegou em casa e chamou o irmão, que sofre de esquizofrenia e chegou a ficar acorrentado, para passear na rua, mas ela não autorizou que o jovem saísse da residência.

O filho, então, pegou uma faca que estava na cintura e colocou no pescoço da mãe, dizendo que iria matá-la. Um outro irmão que estava na casa entrou na briga, impedindo a agressão.

A Polícia Militar foi acionada e localizou o suspeito nas imediações. Aos militares, ele disse que ficou sabendo que o irmão havia sido acorrentado pelos familiares e foi ao local para tirá-lo da casa.

Ainda segundo o autor, ele foi recebido a pedradas pela mãe e o padastro. O servente também afirmou que faz uso de remédios controlados e acompanhamento no Caps (Centro de Atenção Psicossocial).

O homem foi preso e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro e passará por audiência de custódia nesta quinta-feira (30).

O caso - Após ficar mais de uma semana acorrentado a uma cama, o rapaz de 23 anos foi resgatado por policiais militares e pelo Corpo de Bombeiros, no dia 23 deste mês. Ele sofre de esquizofrenia e faz uso de drogas.

A família decidiu acorrentá-lo em casa após série de ameaças e na intenção de que ele fosse para a rua. O caso foi denunciado à polícia e os pais do jovem chegaram a ser levados para a delegacia.

O rapaz foi levado ao posto de saúde do Bairro Nova Bahia, mas fugiu do local no dia 24. Ele foi localizado e, em casa, continua sem tratamento psiquiátrico. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE