PUBLICIDADE
sertanejos

Jorge e Mateus se manifestam sobre show que foram detonados

| RD1


Foto: Divulgação

Após serem detonados por internautas e por Chris Flores durante o Triturando, Jorge e Mateus, que fizeram um show com aglomeração no último final de semana, em Brasília, resolveram se manifestar através de uma nota. A informação é da coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

“A dupla Jorge e Mateus informa que foi contratada pela empresa R2B de Brasília para apresentação em um projeto denominado ‘Live Na Praia’. Este evento ocorreu dentro de um complexo hoteleiro, com a plateia em seus quartos, sem acesso às áreas comuns e sem trânsito de pessoas”, iniciou.

“Ressalta-se que Jorge e Mateus somente concordaram com a contratação para a realização da live após a comprovação e garantia dos organizadores de que haveria o cumprimento das normas de segurança em relação a saúde de todos e mediante apresentação de todos os documentos dos órgãos da administração pública que autorizasse a realização do evento – o que foi feito“, garantiu o comunicado da dupla.

“A apresentação foi EXCLUSIVA para o complexo hoteleiro, sendo que aqueles que estavam em embarcações no lago Paranoá não tinham qualquer tipo de acesso a apresentação da live, inclusive visual. Entretanto, as imagens do lago vem sendo veiculadas num contexto em associação à imagem da dupla Jorge e Mateus, o que leva a falsa impressão de que o show estava sendo realizado para as embarcações presentes no lago Paranoá, o que já foi dito que não ocorreu”, afirmou a equipe de Jorge e Mateus.

“Salientamos ainda, que nenhum dos artistas concordam com aglomerações e também não tinham conhecimento do que estava ocorrendo neste lago, sendo competência exclusiva do poder público manifestar-se a respeito. Por fim, lamentamos profundamente por todas as vidas perdidas para a COVID-19, inclusive de familiares e de pessoas próximas a nós, e não estamos medindo esforços para tentar, de alguma forma, contribuir com todos aqueles que estão sofrendo com os reflexos dessa doença”, concluiu.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE