PUBLICIDADE
Geral

Chuva alaga e causa muitos prejuízos em Campo Grande

| MIDIAMAX


O telefone 193 quase ficou congestionado por conta do grande número de chamadas com pedidos de socorro para o Corpo de Bombeiros e também para a Defesa Civil. Todos os quartéis foram acionados para trabalhos de resgate e verificar pontos de alagamento.

Uma das áreas mais atingidas foi a da região da Avenida Via Park. Lá veículos de passeio e até um ônibus do transporte coletivo sofreram alagamentos deixando em pânico os passageiros, sendo que alguns saíram pela janela de emergência temendo que o veículo tombasse. Até as guarnições do Corpo de Bombeiros sofreram prejuízos, sendo que algumas ficaram alagadas e uma ficou com um dos pneus furado.

Pedestres também foram surpreendidos pelas enxurradas, sendo que um deles ficou por mais 20 minutos aguardando ser resgatado enquanto se agarrava em uma cerca, nas proximidades da Câmara Municipal. Houve registro de tombamento de veículos em diferentes pontos de Campo Grande, sendo um deles na Avenida Mato Grosso, mas o motorista não foi localizado pelo Corpo de Bombeiros. Até o momento não há informações se ele foi socorrido por populares ou se saiu do veículo sozinho.

No dia 25 de fevereiro forte chuva destruiu o asfalto na rua Chaad Scaf, perto da rua Joaquim Murtinho. Obras foram intensificadas, mas hoje a noite todo o trabalho foi destruído novamente.

Edvaldo Alves Vieira, morador da Rua Alagoas com a Avenida Ceará revelou ao Midiamax que a enxurrada invadiu sua residência e alagou todos os cômodos da casa. “Nem a cachorra mascote da família escapou. Ela teve que procurar abrigo no sofá da sala”, diz.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE