PUBLICIDADE
sonho

Presidente do Grêmio diz que Cavani ficou 'impactado' com repercussão

| ESPN


Jogadores do PSG comemoram gol de Cavani contra o Bordeaux, em Paris. Foto: Frederic Stevens/Getty Images

O sonho do torcedor do Grêmio em contar com Edinson Cavani continua. Em participação em programa dos cônsules do clube, o presidente Romildo Bolzan Junior falou que conversou com representante do atleta e descreveu de forma bem clara a situação.

“Racionalmente, se fosse em condições normais, não teríamos a mínima expectativa de contar com esse jogador, porque se ele quiser jogar na Europa, ele vai ter propostas mil vezes superior a aquelas que clubes sul-americanos, brasileiros podem fazer”, declarou o dirigente.

“Agora, se tiver na cabeça dele, na ideia dele, na mente dele, na vontade dele de fazer um projeto dele que fique próximo a sua casa, aos seus negócios e principalmente próximo do Uruguai, creio que aí ele poderá acertar conosco, eu tenho essa expectativa, que ele tenha esse sentimento que ele possa conversar conosco mais um pouquinho.”

Mais um pouquinho?

“Claro, já teve conversa”, disse o dirigente, que mostrou bom humor ao responder se ‘gastou o portunhol’. “Rapaz, eu entendi tudo que o representante dele quis dizer”.

Romildo afirmou que não houve proposta e não houve conversa a respeito disso, mas que o atacante de 33 anos ficou impactado pela mobilização que envolveu em relação a uma possível ida ao clube tricolor.

“Como na vida, se não conversa, nada sabe. Tem que conversar para pelo menos saber das intenções. De repente, de vez em quando surge uma química, surge uma coisa diferente, de empatia, de desejo, aquelas coisas todas, aí, de repente, ele vem, porque o representante dele disse: 'ele está completamente impactado pela repercussão em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, no país e também no continente sul-americano'”.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE