PUBLICIDADE
Fronteira

Família de sequestrado pede para militares se afastarem de fazenda

A fazenda fica na região de Bella Vista Norte, na divisa dos departamentos (equivalentes a Estados) de Concepción e Amambay, a 60 km da fronteira com MS

| CAMPO GRANDE NEWS


Bolsa com medicamentos deixados perto da mata não foi retirada por guerrilheiros (Foto: ABC Color)

Familiares do ex-vice-presidente do Paraguai Óscar Denis Sánchez, 74, pediram que os militares da FTC (Força-Tarefa Conjunta) se afastem dos arredores da fazenda Tranquerita, de onde o ex-político foi levado no dia 9 deste mês por guerrilheiros do grupo terrorista EPP (Exército do Povo Paraguaio).

A fazenda fica na região de Bella Vista Norte, na divisa dos departamentos (equivalentes a Estados) de Concepción e Amambay, a 60 quilômetros da fronteira com Mato Grosso do Sul.

Na sexta-feira (11), medicamentos tomados todos os dias por Óscar Denis para controle de diabetes e hipertensão foram deixados em uma bolsa amarrada a uma árvore perto do local de onde ele foi sequestrado. Entretanto, os guerrilheiros não pegaram os remédios.

Na manhã desta terça-feira (15), as filhas do ex-vice-presidente pediram que os militares se afastem, para que os guerrilheiros tenham segurança necessária para buscar os remédios.

Em entrevista a jornais paraguaios, o médico particular do ex-político, David Insaurraude, afirmou que a maior preocupação é com a alimentação e com a medicação de uso diário.

“Os mais urgentes são para controlar a hipertensão e diabetes, mas tem um conjunto de enfermidades, inclusive usa prótese na aorta abdominal”, afirmou o médico.

As três filhas de Óscar também pediram canal de negociação com o grupo terrorista. Elas imploraram ao EPP para respeitar a vida do pai.

Libertado ontem, Adelio Mendoza, peão da fazenda que também tinha sido sequestrado, conversou brevemente com as filhas de Óscar e disse ter ouvido a voz do patrão antes de ser solto. Até agora, militares e policiais paraguaios não responderam se vão atender ao pedido da família. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE