PUBLICIDADE
Caarapó

Mateus visita obras na zona rural

Também estão sendo realizados os serviços de patrolamento.

| ASSESSORIA


O prefeito de Caarapó Mateus Palma de Farias (PR), e o secretário de Obras, Roberto José Maitan, visitaram na tarde da última quarta-feira uma série de obras na zona rural do município. A prefeitura está executando os serviços de construção de  pontes em  substituição as  que foram levadas com as fortes chuvas do começo do ano. Também estão sendo realizados os serviços de patrolamento.
 

  Um dos locais visitados foi o afluente do córrego Ipuitã na região da Comunidade Poíque, local em que a ponte de madeira está sendo substituída por uma de tubulação de concreto. Segundo o secretário de Obras, Roberto José Maitan foram  colocadas duas linhas de tubos com 12 unidades cada,  medindo 1,20 m de boca. “Esta substituição tornou-se necessária devido ao grande tráfego de veículos pesados que transportam soja e cana-de-açúcar naquela região”, falou.
    Maitan disse também que a administração municipal está aproveitando a estiagem para realizar os serviços de mais urgência no município. Estão sendo realizados os serviços de patrolamento na região da Colônia Paulista, Major Pedro e Alto Café. “Estamos em pleno momento da colheita de soja e muitas estradas vicinais estavam em situações precárias devido ao grande índice de chuva no município no começo do ano. Após realizamos estas obras estaremos dando início a uma série de encascalhamento em algumas estradas que fica difícil a trafegabilidade após as chuvas”, argumentou.

    O secretário informou também que nos próximos dias estarão chegando os tubos de aço que serão utilizados na construção de novas pontes, em substituição as que foram levadas pelas enxurradas, sendo elas, nas regiões do Major Pedro, Comunidade Saiju, Metifogo, e atrás do Frigorífico Fribrasil.

    De acordo com o prefeito Mateus Palma de Farias, a administração municipal está consciente dos estragos e das necessidades de urgência para a realização dos trabalhos. “Mas acontece que moro em Caarapó desde que nasci, e faz muito tempo que não via chover tanto como aconteceu no início deste ano. Agora com esta estiagem estamos priorizando os lugares mais precários. Tenho certeza que o se o tempo colaborar, não vai demorar para que possamos deixar a zona rural da maneira como sempre planejamos”, disse.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE