PUBLICIDADE
quase classificado

Flamengo se recupera e vence o Barcelona-EQU pela Libertadores

| GAZETA ESPORTIVA


(Foto: Dolores Ochoa/POOL/AFP)

Mesmo com muitos desfalques, o Flamengo mostrou força ao vencer por 2 a 1 o Barcelona-EQU, nesta terça-feira pela 4ª rodada da fase de grupos da Libertadores, em Guayaquil. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a nove pontos e vão definir a classificação para as oitavas de final no Rio de Janeiro. Já os equatorianos, sem pontuar, estão eliminados da competição.

Os cariocas dominaram quase todo o primeiro tempo e abriram vantagem com gols de Pedro e Arrascaeta. Na etapa final, o Barcelona cresceu e diminuiu com Martínez.

Na próxima rodada, o Flamengo recebe o Independiente Del Valle-EQU, na quarta-feira, no Maracanã. Já o Barcelona viaja para encarar o Júnior-COL, em Barranquilha.

Tigre e Bolívar empatam e Palmeiras fica perto de classificação na Libertadores
O jogo
O confronto iniciou movimentado, com as duas equipes em busca do ataque. Só que o Flamengo abriu o placar logo aos cinco minutos, na primeira finalização ao gol. Gerson fez grande jogada e tocou para Pedro. O atacante dominou e chutou cruzado, sem chance para Burrai.

Mesmo depois do gol, o panorama da partida seguiu o mesmo. O Barcelona tentava avançar, mas sofria com a falta de qualidade na frente. O Flamengo tinha espaço para os contra-ataques e quase ampliou após chutes de Arrascaeta e Éverton Ribeiro que pararam no goleiro equatoriano.

Com muito espaço, o Flamengo não demorou para chegar ao segundo gol, aos 25 minutos. Éverton Ribeiro tocou para Arrascaeta na área e o uruguaio, mesmo pressionado pela marcação, mandou para a rede.

(Foto: Dolores Ochoa/POOL/AFP)
Somente após o novo revés, o Barcelona melhorou e conseguiu chegar ao ataque com qualidade. Os donos da casa tiveram sua primeira boa chance aos 38 minutos. Arroyo recebeu no bico da área e chutou colocado próximo da trave.

Nos minutos finais, o duelo ficou equilibrado. O Barcelona passou a ser mais perigoso e quase diminuiu nos acréscimos. Após avanço rápido, a bola chegou em Colmán na área. Só que o atacante finalizou mal, por cima do travessão. Assim o Flamengo foi para o intervalo com boa vantagem no placar.

No segundo tempo, o Barcelona manteve o bom desempenho e marcou logo aos dois minutos. Colmán recebeu lançamento e tocou para Martínez mandar para o gol.

O Flamengo teve a chance de ampliar em seguida. Arrascaeta deixou Pedro na cara do gol, mas o atacante finalizou em cima de Burrai. O Barcelona também criou boa chance, com Jonathan Alvez, que finalizou colocado próximo da trave.

(Foto: Rodrigo Buendia/POOL/AFP)
Com o passar do tempo, os rubro-negros pareciam ter cansado e permitiam ao Barcelona chegar com mais facilidade. Os equatorianos quase empataram aos 16 minutos. Após bola levantada na área, Martínez dominou e tocou para Colmán. Só que o atacante chutou fraco em cima de Rodrigo Caio, que salvou os cariocas.

A partir dai, os donos da casa foram para cima em busca do empate. Cansado, o Flamengo tentava manter a posse de bola no ataque, sem sucesso. Os rubro-negros seguraram a pressão do Barcelona para sair de campo com a vitória em Guayaquil.

FICHA TÉCNICA:
BARCELONA-EQU 1 X 2 FLAMENGO

Local: estádio Isidro Romero Carbo, em Guayaquil (Equador)
Data: 22 de setembro de 2020, terça-feira
Hora: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Diego Haro (Peru)
Assistentes: Jonny Bossoio (Peru) e Michael Orue (Peru)
Cartões amarelos: Orejuela, Piñatares e Riveros (Barcelona); Lincoln, Willian Arão e Thiago Maia (Flamengo)

GOLS
BARCELONA-EQU: Martínez, aos 2min do segundo tempo
FLAMENGO: Pedro, aos 5min do primeiro tempo; Arrascaeta, aos 25min do primeiro tempo

BARCELONA-EQU: Javier Burrai, Byron Castillo, Darío Aimar (Gabriel Marques), Williams Riveros e Gustavo Vallecilla; Jefferson Orejuela (Matías Oyola), Bruno Piñatares (Sergio Quintero) e Damián Díaz; Emmanuel Martínez (Adonis Preciado), Michael Arroyo (Jonathan Alvez); Cristian Colmán
Técnico: Fabián Bustos

FLAMENGO: Cesar, Thuler (Ramon), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Thiago Maia e Gerson; Éverton Ribeiro, Arrascaeta, e Pedro (Lincoln)
Técnico: Domènec Torrent


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE