PUBLICIDADE
Geral

Goleiro do Flamengo tenta defender Adriano e acaba fazendo declaração infeliz


A intenção do goleiro Bruno foi louvável. Após a vitória do Flamengo sobre o Resende, no sábado (6), o camisa 1 saiu em defesa do amigo Adriano, que se envolveu em uma polêmica com a noiva e está liberado pelo clube para resolver o problema. No entanto, na tentativa de melhorar a imagem do colega de clube, Bruno terminou por fazer uma declaração infeliz:


Ele é um ser humano, tem sentimentos. Qual de vocês que é casado que nunca brigou com a mulher, não discutiu e até saiu na mão com a mulher?


O que torna a situação ainda mais desgradável é que Bruno ja foi acusado, no ano passado, de agredir uma mulher: a mãe de um filho seu.


Como prova de solidariedade Adriano do Flamengo, o goleiro se dispôs a demonstrar o seu apoio em qualquer lugar do Rio de Janeiro.


- Eu estava junto no dia. E, se precisar voltar para a comunidade, farei isso para dar carinho a ele. Também vou a Búzios, para a Barra, onde o Adriano estiver. Quero ficar ao lado dele.


O goleiro negou que tenha ido com Adriano e outros jogadores a um baile funk – esse seria o motivo da briga entre Adriano e a noiva.


- Não existe essa história de baile funk.


Segundo o jornal carioca Extra, Bruno já havia tomado partido de Adriano durante a briga na favela da Chatuba. O goleiro teria ficado revoltado quando Joana Machado começou a apedrejar os veículos dos flamenguistas em meio ao baile funk.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE