PUBLICIDADE
Política

Nelsinho insinua que já sinalizou ao PSDB que vai de Dilma

| MIDIAMAX


Sobre a cobrança do PSDB em relação à aliança com o PMDB em Mato Grosso do Sul, o prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PMDB) declarou hoje ter conversado com os tucanos sobre sua posição de não se colocar como adversário das pretensões petistas de eleger Dilma Rousseff à presidência da República.

Nelsinho disse ter reiterado a posição pró-PT. Conforme o prefeito não há qualquer constrangimento da parte dele em assumir tal posição perante a antigos aliados. “Não tem constrangimento algum. Expliquei para eles, o governo federal é nosso parceiro”, disse nesta manhã ao entregar kits escolares em um centro de educação infantil nas Moreninhas.
 

“O presidente Lula me ligou para tratar dos estragos da chuva”, mencionou.
 

A posição de Nelsinho já era conhecida, mas nesta semana, o PSDB local deu um quase ultimato ao PMDB. A senadora Marisa Serrano disse que o partido cobrará uma posição sobre aliança assim que o governador de São Paulo José Serra confirmar que concorrerá à presidência da República.
 

“Eu vou esperar acontecer. Já disse que minha prioridade continua sendo a reeleição de André”, mencionou. O próprio governador ainda não anunciou decisão sobre a aliança eleitoral. Nesta manhã, disse que está cuidando do reajuste salarial dos servidores e que só depois disso é que vai tratar da questão.

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE