PUBLICIDADE
Caarapó

BR-163: Prefeito de Caarapó volta a reivindicar melhorias

Mateus reapresenta ao DNIT dossiê com casos de acidentes ocorridos na rodovia

| ASSESSORIA


O prefeito de Caarapó, Mateus Palma de Farias (PR), voltou a manifestar “grande preocupação” no tocante às condições da BR-163, especialmente em relação ao trecho que corta o município de Caarapó, palco de inúmeros acidentes automobilísticos. Debate nesse sentido foi realizado na última segunda-feira (15), na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em Campo Grande, em reunião que teve o reforço do deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) e participação do superintendente do órgão, Marcelo Miranda Soares.
 

  Mateus Palma de Farias reapresentou ao DNIT um dossiê com relato dos principais casos de acidentes com vítimas fatais registrados na BR-163, no trecho da rodovia que cruza o município. “São inúmeros os acidentes ocorridos por causa das condições da rodovia. Pista estreita e acostamento praticamente inexistente contribuem com isso. É uma região de tráfego intenso, onde é grande o fluxo de caminhões e carretas que fazem transporte de produtos para o sul do país. Isso aumenta o risco de acidentes, como de fato está acontecendo”, argumenta o prefeito de Caarapó, que trava uma luta por melhorias na rodovia desde 2005, primeiro ano de seu mandato.
    O prefeito explica que deverá sugerir dois projetos ao DNIT: um com melhorias e adequações no leito da rodovia, no trecho entre o frigorífico de bovinos (saída para Dourados) e o Monumento das Araras (saída para Juti), e outro propondo a implantação de anel viário, a partir do Monumento das Araras até o frigorífico de bovinos.
    Segundo o prefeito de Caarapó, o DNIT está sem recursos para executar obras de melhorias na BR-163. “Já ouvimos dizer que está em estudo um projeto de alargamento da rodovia, que beneficiaria o trecho entre Dourados e Mundo Novo, na divisa com o Paraná”, disse o prefeito. “Porém, o próprio superintendente do DNIT afirmou que o órgão não tem verba para executar o projeto”, acrescentou. “Então, a alternativa mais viável seria pleitear recursos para obras no trecho mais crítico da rodovia, no município de Caarapó, entre o córrego Caarapó e o Posto San Fernando”, observou.
    Cópias do dossiê e de outros documentos relativos à situação da BR-163 estão de posse do deputado federal Dagoberto Nogueira, que, segundo o prefeito de Caarapó, vai solicitar recursos para as melhorias na rodovia junto ao Ministério dos Transportes, em Brasília. “Acreditamos que, em breve, teremos boas notícias, especialmente por causa da participação do deputado Dagoberto, que também encampou essa luta”, concluiu o prefeito Mateus Palma de Farias.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE