PUBLICIDADE
Política

Zeca: quem duvida da minha candidatura é porque tem medo

| MIDIAMAX


A respeito da atitude da senadora Marisa Serrano (PSDB) que pôs em dúvida sua candidatura ao governo do Estado nas eleições deste ano, o ex-governador Zeca do PT avalia que tal posicionamento é um sinal de temor do grupo adversário. “Ela diz isso porque está do outro lado e tem medo da minha candidatura”, afirma.

Nesta semana, em mensagem postada em sua página pessoal no microblog Twitter a senadora que é antiga aliada ao governador André Puccinelli (PMDB) pôs em dúvida a irreversibilidade da candidatura de Zeca do PT. “Em MS, o palanque para este ano está indefinido. Não dá para confiar na irredutibilidade da candidatura do Zeca do PT”, escreveu.

Zeca, porém, assegura que é candidatíssimo. “Quem manda na minha candidatura sou eu. Não é a Marisa e nem outro partido qualquer”, responde.

Marisa também pode ser candidata ao governo do Estado. Tudo depende da decisão de André Puccinelli. Se ele apoiar o tucano José Serra à presidência da República, Marisa e o PSDB se aliam a André. Porém, se o governador fechar com a petista Dilma Rousseff, a senadora entrará na disputa pelo governo.

O apoio de André à Dilma implica necessariamente na desistência de Zeca do PT em concorrer. O governador tem repetido que não haverá dois palanques para a petista no Estado, será o de Zeca ou o dele.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE