PUBLICIDADE
Dourados

Profissionais de enfermagem protestam no CAM por salários atrasados

| DOURADOS NEWS


Foto: Hedio Fazan/Dourados News

Trabalhadores organizados pelo Sindenf (Sindicato dos Servidores dos Setores de Enfermagem da Grande Dourados) protestam na manhã desta sexta-feira (15) na prefeitura por causa do atraso salarial. Parte da categoria faz parte dos 15% que só terão os vencimentos de dezembro de 2020 quitados em três parcelas no mês de fevereiro, a última no dia 26.

Presidente da entidade sindical, a auxiliar de enfermagem Elizabeth Pereira Neto Oliveira propõe que o prefeito Alan Guedes (PP) ou alguém que possa representa-lo aceite ouvir propostas para antecipar esses pagamentos conforme as receitas municipais sejam efetivadas, “para satisfazer realmente a categoria”.

“Foram pagos 85%, mas ficou sem contemplar 15% da categoria. A preocupação é que essas pessoas tinham seus compromissos, não foram avisadas. Não foi comunicado o sindicato nem para discutir a melhor forma de ser feito o pagamento. Fica uma situação muito difícil porque estão parcelando em três vezes no mês de fevereiro e as contas não esperam. Gostaríamos que tivéssemos sido chamados para decidir a melhor forma. Já que tinha que ser escalonado, que fosse por porcentagem para abranger toda a categoria”, disse a sindicalista ao Dourados News. 

Na quinta-feira (14), a Prefeitura de Dourados anunciou que  6.730 servidores com salários líquidos de até R$ 4,5 mil seriam pagos integralmente hoje graças aos R$ 15.098.062,75 de receita gerada somente nas primeiras semanas de 2021. 

Esse grupo corresponde a 85% do quadro do funcionalismo público municipal, mas os outros 15% só devem ter os proventos quitados em três parcelas no próximo mês, com depósitos nos dias 5, 16 e 26 de fevereiro.

Segundo o prefeito Alan Guedes, sua antecessora empenhou os R$ 31 milhões de folha salarial de dezembro de 2020 na fonte zero do Executivo municipal, herdado pelo atual mandatário com pouco mais de R$ 8 milhões.

O Dourados News entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura para posicionamento sobre o assunto e aguarda retorno. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE