PUBLICIDADE
Caarapó

Fornecedor ameaça cortar comida de presos em Caarapó

Estado não paga fornecedor, que promete suspender a comida se a situação não for regularizada.

| DOURADOSNEWS


O delegado de polícia de Caarapó, Joel José da Silva, vive dias de apreensão. É que o fornecedor de comida para os presos da cadeia pública local anunciou que iria suspender a entrega de refeições aos internos, em função de estar a vários meses sem receber do Estado.

 

A empresa responsável teria tomado a decisão em função de seu crédito ter sido cortado nos supermercados e açougues da cidade, lugares que garantiam os ingredientes da comida servida aos presos.

 

O fornecedor teria dado um prazo até essa semana para o Estado resolver a situação, pois o atraso teria provocado um rombo financeiro na empresa e seus credores também teriam suspendido a venda de mantimentos à prazo.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE