PUBLICIDADE
botafogo

Loco Abreu quer treinar clube de graça e ajudar na reta final do Brasileirão

| ESPN


Loco Abreu comemorando gol marcado pelo Botafogo Fernando Soutello/AGIF

O Botafogo vive situação dramática no Campeonato Brasileiro. Com 23 pontos e a lanterna da competição, o Glorioso necessita de uma campanha de campeão nas últimas oito rodadas para se livrar do rebaixamento. E, nesta terça-feira, um ídolo se propôs ajudar o Alvinegro a sair dessa.

Em entrevista ao canal Mídia Botafoguense, André Silva, ex-vice-presidente de futebol do Botafogo, afirmou que Loco Abreu o contatou e demonstrou o desejo de ajudar o Glorioso, de graça, na reta final da competição.

"O Loco me pediu para vir aqui ficar uns dias no Botafogo, sem cobrar nada, para tentar ajudar. Ele queria fazer isso. Está recusando propostas porque queria vir para cá, treinar com os atletas e tentar incentivar. Isso é identificação e quer ajudar", disse.

Na atual temporada, o Botafogo está no seu quinto treinador. Antes de Eduardo Barroca, o clube de General Severiano teve Alberto Valentim, Paulo Autuori, Bruno Lazaroni e Ramón Díaz, que foi demitido antes mesmo de fazer a estreia. Por conta de um problema de saúde, quem comoandou o Alvinegro foi Emiliano Díaz, filho e auxiliar.

Loco Abreu nunca escondeu o desejo de retornar ao Botafogo, seja como jogador ou treinador. Desde que deixou o clube, em 2012, sempre se manteve próximo do torcedor pelas redes sociais ou nas entrenvistas que dava. No Boston River, do Uruguai, chegou a dividir a função simultânea de jogador e técnico da equipe.

Ídolo da torcida alvinegra, Loco Abreu chegou ao Botafogo em 2010 e, de cara, conquistou o Campeonato Carioca em cima do Flamengo, fazendo o gol do título de 'cavadinha'. Ao todo, foram 105 jogos e 62 vestindo a camisa da estrela solitária.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE