PUBLICIDADE
Geral

Antônio João usou hino plagiado de Sinop por 7 anos

| FOLHA DE SP


A cidade de Antônio João, usou por sete anos hino da cidade de Sinop, de Mato Grosso, que promete entrar na Justiça para impedir que seja tocado em eventos oficiais na cidade sul-mato-grossense.


Conforme reportagem da Folha de São Paulo, o plágio foi descoberto há pouco mais de uma semana, quando a prefeitura de Antônio João foi advertida e os dirigentes acabaram reconhecendo o problema.


Até então a letra do hino de Antônio João era creditada ao ex-vereador Norino Gonçalves, antigo morador da cidade. Porém, a mesma letra, com exceção das citações do nome da cidade, já era usada há 22 anos em Sinop, composta originalmente por Ary de Lima.


"Recebemos os documentos oficiais com a letra, confirmamos as datas e é inquestionável: houve plágio por parte do nosso município", disse Afrânio Marques, secretário de Governo de Antônio João. O secretário disse ainda que ele e os funcionários da prefeitura se sentiram "estarrecidos e constrangidos" após a descoberta do plágio.


A reportagem cita que em contato com o filho do ex-vereador Norino, Wilson Gonçalves disse que "não se pode afirmar que é plágio enquanto isso não estiver provado" e se recusou a passar o número de contato do pai.


Morto em 1986, Ary de Lima é também o autor do hino oficial da cidade de Maringá (PR). O filho dele, o jornalista Cézar Lima, disse que a família vai propor ação de reparação de direitos autorais.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE