PUBLICIDADE
Dourados

Duas mulheres, uma delas grávida, são presas com malas cheias de maconha

Elas viajavam com duas malas lotadas de tabletes da droga quando foram flagradas por policiais militares na região conhecida como “Copo Sujo”

| CAMPO GRANDE NEWS


Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News

De carona, duas mulheres viajaram 820 quilômetros do Mato Grosso até a fronteira com o Paraguai para levar maconha, mas foram presas no meio do caminho. Pabrícia de Souza Silva, 19, e Jéssica da Silva, 20, saíram de Rondonópolis para pegar a droga em Ponta Porã.

Elas viajavam com duas malas lotadas de tabletes da droga quando foram flagradas na manhã de hoje (7) por policiais militares na região conhecida como “Copo Sujo”, entre os municípios de Dourados e Ponta Porã.

Assim como chegaram a Mato Grosso do Sul, elas voltavam de carona para a cidade de origem. Pabrícia disse que está no quarto mês de gravidez.

Contratadas supostamente através do aplicativo WhatsApp por “pessoa desconhecida”, as duas chegaram a Ponta Porã no domingo de Páscoa.

Elas contaram que trabalham como garotas de programa na cidade mato-grossense. Sem dinheiro, aceitaram a oferta do traficante. Pabrícia e Jéssica foram levadas para a 1ª Delegacia de Polícia Civil para serem autuadas em flagrante por tráfico de drogas. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE