PUBLICIDADE
mais 100 milhões

Queiroga confirma contrato com a Pfizer para esta semana

O contrato que prevê aquisição de mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer será assinado ainda nesta semana

| CNN BRASIL


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante evento em São Paulo Foto: Reprodução/CNN Brasil (03.mai.2021)

O contrato que prevê aquisição de mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer será assinado ainda nesta semana. A informação foi confirmada à reportagem da CNN, pelo próprio ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

A CNN antecipou, no último dia 20, que a pasta havia iniciado conversas com a farmacêutica para a compra desse lote extra.

A nova remessa deve chegar ao Brasil ainda neste ano, entre outubro e dezembro.

Segunda dose de vacinas
O ministro disse ainda que o estoque das seis capitais com vacinação parcialmente paralisada será regularizado nos próximos dias.

Para isso, ministério da Saúde aguarda levantamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) com a quantidade exata de pessoas que precisam tomar a segunda dose da vacina.

SP
Queiroga passou o final de semana em São Paulo. No domingo, recebeu pessoalmente remessas de vacinas do consórcio Covax Facility, totalizando 4 milhões de doses do imunizante.

Nesta segunda (3), Queiroga participou de uma live promovida pela Fiesp sobre as perspectivas da saúde para os próximos quatro anos. A tarde, Queiroga visitará o Instituto Butantan, onde será recebido pelo presidente do Instituto Dimas Covas.

Ele deverá conhecer as fábricas que produzem a Coronavac e a Butanvac – imunizante ainda em fase de testes, mas que poderá ser o primeiro 100% brasileiro.

Convocação para CPI
Perguntado sobre depoimento que dará a CPI da Covid-19, na próxima quinta-feira (6), Queiroga disse estar tranquilo. “O Brasil sabe do trabalho que tenho feito”.

Segundo ministro, não houve orientação do Planalto para participação dele na CPI, “não é um assunto tratado com o presidente”, completou.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE