PUBLICIDADE
Caarapó

Família de comerciante atropelado faz protesto em Naviraí

| TV MORENA/TA NA MIDIA NAVIRAI


Familiares e amigos do comerciante Joaquim Araújo Dias Filho fizeram uma passeata ontem à noite, pelas ruas de Naviraí, em protesto a liberação do médico Nelson Antônio Gasperin, 51 anos, que estava detido após atropelar e matar o comerciante. O acidente aconteceu no dia 1º de abril e testemunhas dizem que o médico apresentava sinais de embriaguez e não prestou socorro.


A manifestação começou ontem à noite, por volta das 20 horas, partindo da Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida, logo depois da missa. Os manifestante fizeram cartazes em que pediam justiça e por trânsito mais responsável.


No acidente, o médico perdeu o controle da caminhonete e invadiu o bar de propriedade de Joaquim Filho. O comerciante foi prensado entre o veículo e a parede e morreu na hora. O médico se recusou a se submeter a teste de alcoolemia e a Polícia Militar elaborou termo de constatação de embriaguez. O advogado de Gasperin, Ernani Fortunati, diz que o médico não estava embrigado e que perdeu o controle por conta das condições da via.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE