PUBLICIDADE
Corumbá

Mulher morre após ser atropelada por militar da Marinha em MS

Cristiane do Carmo Alves Faria, de 39 anos, morreu atropelada por um motorista bêbado, no começo da noite desta segunda-feira (14)

| CAMPO GRANDE NEWS


Familiares próximo ao corpo da vítima. (Foto: Leonardo Cabral/Diário Corumbaense)

Cristiane do Carmo Alves Faria, de 39 anos, morreu atropelada por um motorista bêbado, no começo da noite desta segunda-feira (14), em Corumbá. Um outro pedestre, de 38 anos, também foi ferido na batida.

Evanir Garcia de Paula, que se apresentou como militar da Marinha, conduzia uma caminhonete S10 em alta velocidade pela Avenida Rio Branco, quando atingiu as duas vítimas em frente à sede do Corpo de Bombeiros da cidade. Cristiane e o rapaz estavam caminhando.

Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros, tentaram reanimar a mulher, por cerca de uma hora, mas ela acabou morrendo no local, conforme o site Diário Corumbaense. A mulher teria sido sofreu um traumatismo craniano severo e algumas fraturas pelo corpo. Cristiane era dona da loja “Cris Artes” e deixou o marido e o filho, de 21 anos. Já o rapaz foi encaminhado para o pronto socorro da cidade em uma ambulância, aparentemente com uma fratura na perna.

Evanir foi preso por um sargento da Polícia Militar, que havia acabado de sair do trabalho e passava pelo local, no momento do acidente.

Ele foi levado para a delegacia da Polícia Civil da cidade e em depoimento, disse que havia acabado de sair de um sítio e estava a caminho da residência de uma sobrinha onde iria pegar um celular.

Ele também admitiu que havia ingerido bebida alcoólica e ao ser submetido a teste do etilômetro foi constatada a presença de 0,82 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o que constituiu crime. Um advogado do condutor acompanhou a confecção do boletim de ocorrência. O motorista foi autuado por homicídio culposo e lesão corporal ao volante e por dirigir sobre o efeito de álcool. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE