PUBLICIDADE
pantanal

Ninguém segura idosa de 88 anos que encara pescaria com o neto

Com o suporte do neto e do filho que é um pescador esportista, logo que pescou o peixe ela o soltou no rio com segurança

| CAMPO GRANDE NEWS


No último sábado, vovó se divertiu com o neto e o filho, e aventura rendeu boas risadas. (Foto: Arquivo Pessoal)

Ao dar “play no vídeo”, é fofo ver neto, filho e avó em um barco no Pantanal. Inspirador pela alegria dela e a felicidade clara nos olhos de cada um. Durante um passeio, Dona Verônica José de Lima prova que não existe idade quando se tem força para fazer o que quer. Aos 88 anos, ela encara aventura nos rios e desbanca muito marmanjo quando o assunto é pescaria.

No último fim de semana, ela encarou uma pescaria no Rio Paraguai e ainda fisgou um dourado de aproximadamente 6 kg. O passeio rendeu mais um dos momentos que o neto, o professor de educação física Deyvid Rizzo, de 33 anos, não troca por nada.

“Nada segura minha avó, ela ama se divertir com a família e não dispensa uma viagem ao Pantanal”, conta. E olha que nem o medo do barco a impediu de pescar. “Ficou feliz quando pescou um dourado. Ela sempre foi apaixonada por pescaria”.

Com o suporte do neto e do filho que é um pescador esportista, logo que pescou o peixe ela o soltou no rio com segurança, em seguida aproveitou cada minuto do passeio. “Sempre que pode ela troca um crochê pela pescaria”.

O neto conta que momentos como esse são importantes para dona Verônica, que sempre quis manter a família unida. “Desde criança, vivemos juntos. E ter a chance de viver momentos como esse com ela é muito especial”, finaliza.

Verônica tem 5 filhos, 16 netos, 32 bisnetos e tataranetos. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE