PUBLICIDADE
Geral

Nova lei do inquilinato não reduz valor dos aluguéis


A oferta de imóveis de locação continua baixa nas grandes cidades brasileiras, empurrando os aluguéis para cima. Quando foram anunciadas no ano passado, as mudanças na lei do inquilinato, que facilitaram o despejo de maus pagadores, prometiam um novo horizonte no mercado de locação. A expectativa era que a maior segurança para os proprietários se traduzisse em aluguéis mais em conta.

 

Mas não foi o que aconteceu. A oferta não aumentou, e a procura continua grande. Segundo o Secovi, o sindicato da habitação, o valor médio dos novos aluguéis em São Paulo subiu 10% no acumulado dos últimos 12 meses. O percentual é cinco vezes maior do que a variação do índice usado para reajustar os contratos de aluguel.
 

No mercado de aluguel, o que determina a procura e, portanto, o valor é o estado de conservação e a localização do imóvel. Estar perto do metrô é uma vantagem e tanto. Na região do Butantã, Zona Oeste de São Paulo, a nova estação ainda não começou a funcionar, mas já teve efeitos sobre o preço dos imóveis: uma valorização de 30%.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE